segunda-feira, dezembro 20, 2010

Baptismo de Iniciação...

É verdade, já enganámos mais um...

Desta vez, a iniciativa para o Empeno foi do próprio "iniciado" que se ofereceu para o ritual de iniciação desta Glorióoosa e Espectacular Irmandade... sem fins lucrativos.

O medo...o terror estampado no rosto.

O nosso iniciado, doravante denominado de "GPS Man", sobreviveu (sem recorrer a pastilhas pra garganta) a um ritual brutal de BTT nas mãos desse verdadeiro monstro do BTT e afins de seu nome... GREEN aka "Hulk do BTT" aka "GH Terminator".

GPS Man vs GH Terminator


Até o Pai Natal esteve lá...

GPS Man... a força está agora contigo. Só depende de Ti...

segunda-feira, dezembro 13, 2010

Challenge BTT - Salvaterra de Magos


Para evitar grandes textos e utilizando a velha máxima: "Uma imagem vale por mil palavras", aqui vai um "foto-blog", ou como dizem os Açoreanos... "Fote-Blog".

Partida caótica com 1500 BTTistas...


"Oh Não... 40 kms com o Espanhol ... Help!"


A Felicidade de ver a equipa de resgate...


O 1º Trilho técnico..


O monstro dos pudins ataca...


Os últimos metros...


... já a pensar no frango assado.



"I have the Power..."



Com lama e tudo...


Mister... valeu Campeão.

segunda-feira, novembro 29, 2010

sexta-feira, outubro 01, 2010

Kilian@Kilimanjaro

Mais um record "espacial", desta vez na Montanha mais alta de África (5.891,8 mts) com apenas 7h e 14 minutos para subir até ao topo e descer.

O record anterior (8h27') era de Simon MTuy’s, atleta da Tanzânia que ajudou o Kilian como guia no seu processo de aclimatização.

A subir...

A rota utilizada foi a "Umbwe", de 41 km com 4244 mts de desnivel positivo, considerada como a rota mais directa e mais exigente em termos fisicos.

A descer...

Espectacular...
Então e qual é o segredo?


terça-feira, agosto 24, 2010

UTMB 2010 - ALLEZ, ALLEZ...


Milhares de Atletas estão neste momento a convergir para a "Meca" do Trail... é tempo de rever Amigos e disfrutar das paisagens do Mont-Blanc.


Agora só depende de nós...

domingo, agosto 08, 2010

I Trail do Almonda


Já faz algum tempo que se realizou o Trail do Almonda mas nunca é tarde para recordar uma excelente prova organizada pelo Aníbal Godinho.
Sem dúvida uma prova a repetir no próximo ano... só pela melancia já vale a pena.

Aquecimento até Torres Novas com o futuro Iron Basso

"Ultra-Suspeitos" do costume...


video

segunda-feira, julho 05, 2010

Treino de "Recuperação"...

Após o Iron, nada melhor do que uns treinos de trail para entrar no espírito da coisa.

Sesimbra vista do seu Castelo Altaneiro...

Dia 1 Julho, treino de 1h ao estilo de Anton Krupicta... Sem t-shirt para trabalhar o bronze ao sabor do vento, só falta mesmo deixar crescer a barba e cabelo.

Dia 3 Julho, treino de 3h com o P.Basso na zona de Palmela para testar umas subidas e descidas com batons e carga na mochila. Paragem técnica em Vale de Barris para beber um cafezinho e ver material de BTT.

Da parte da tarde, ainda houve tempo para dar um mergulho na praia de Sesimbra com direito a geladinho na esplanada.
Após o repasto, caminhada curta mas técnica(1h) com o CAB na zona de Sesimbra, seguido de umas rampas de ataque ao Castelo de Sesimbra.

Diga-se de passagem que a malta do CAB em plena preparação para o UTMB, fez "apenas" 18h de treino "non-stop" com temperaturas na casa dos 30º graus.
Para o ano vai tudo à Marathon des Sables... e mai nada.

Pé de Atleta... no Feminino.

Rijos como o Aço...

quarta-feira, junho 30, 2010

Treino Técnico

LIMBURG 226


Objectivo Cumprido.
A prova em si foi a cereja em cima do bolo, todo o percurso até ao dia da prova, a viagem, os locais e as pessoas que ficámos a conhecer fizeram desta aventura um evento memorável.

Foto de Finish com Angelfish

Há muito a relatar e poucas fotos para mostrar pois a máquina levou com a "marreta".
Um relato mais alargado do Limburg226 será colocado aqui nos próximos dias.
Agora, é tempo de "factor cagaço"...

terça-feira, junho 22, 2010

quarta-feira, junho 16, 2010

Melros e Coelhos...

Perto de casa existem ainda alguns locais, bolhas de verde no meio desta selva urbana que resistem ao avanço dos empreiteiros. Foi numa destas "bolhas" de verde que voltei a descobrir uns trilhos bem jeitosos para treinar.

O local já era conhecido mas agora vejo estes trilhos com outros olhos.
Zona de pinhal, com trilhos bem definidos, piso alternando entre terra batida e areia com algumas linhas de agua e subidas bem pronunciadas, ideal para fazer disparar o ritmo cardiaco.

Por agora, os melros e os coelhos são os meus novos parceiros de treino... e algumas meninas também.

XXIII Triatlo do Ambiente - Taça Portugal

Mais um Sprint para testar a máquina recentemente revista pelo Fixe na Hilzy e treinar as transições.

Quintajense F.C. Triathlon Team

O "recreio" acabou, agora é que vão ser elas... dia 27 ou vai ou racha.

segunda-feira, junho 07, 2010

Raid da Arrábida


Foto de Grupo

Tentei encontrar sem sucesso um artigo que tinha lido à alguns meses atrás, escrito por um atleta conceituado de trail Norte-Americano que fazia o relato da sua participação numa pequena prova de trail, organizada por um clube local com poucos recursos financeiros mas rico em "amor à camisola".

A sua mensagem era simples e poderosa pelo que me lembrei desse artigo em particular quando pensei sobre o Raid organizado pelas Lebres do Sado.


O seu artigo referia o simples prazer de correr com amigos no meio da natureza, sem multidões ou confusões, sem as campanhas de marketing ou pressões de patrocinadores, sem prize moneys ou vertente competitiva, sem ter um speaker a gritar o nosso nome na linha de chegada... basicamente sem todo aquele aparato das grandes competições.

Foi para ele um redescobrir das suas origens no trail e o espirito que se vivia num ambiente mais familiar.


Resumidamente, não é preciso ter um evento "comercial" para ter um BOM evento... ainda por cima, mesmo aqui pertinho de casa.

Parabéns Lebres do Sado...

quinta-feira, maio 27, 2010

Falta 1 Mês...



Tenho a impressão que isto vai doer...

segunda-feira, maio 24, 2010

Meia-Maratona dos Palácios - 23 Maio 2010


Faz favor, troque-me aí uma garrafinha de vinho por umas peças de fruta sff...


Mais um pequeno passo para a Humanidade ... um passo gigante para Limburg226.
p.s. - Agradecimentos especiais à EMEL de Sintra...

quinta-feira, maio 20, 2010

Furos da treta...

"Agora com pneus cheios de "nanha" verde e viscosa acabaram-se os furos da treta."

Afinal... não é bem assim.
Parece que temos de colocar as "câmaras de nanha" nos pneus, sim... não é só comprar 4 caixas daquilo e deixa-las lá em casa bem arrumadinhas.

Para a próxima é que é... ontem ainda consegui fazer 8 kms sem furar mas para a próxima é que é.

Felizmente a Angel desenrascou-me uma câmara de ar (daquelas da velha escola) e ainda partiu a carola a rir quando me viu chegar à Quinta-do-Conde descalço e de orgulho "furado".

As raízes de um Atleta de Montanha

quarta-feira, maio 19, 2010

Hello Slime... Adeus furos.

As provas de triatlo requerem grandes investimentos em termos de tempo e dinheiro, no entanto, é curioso como um simples furo pode deitar por terra todos esses meses de preparação e o melhor equipamento do mercado ficar encostado à berma por causa de uma simples câmara de ar.

Se juntarmos a isto o pormenor de que muitos atletas se recusam a levar kit de reparação para pouparem peso na bicicleta, então dá que pensar.

Foto do Triatlo Longo de Lisboa, disponibilizada pela Aqualoja.

Agora com pneus cheios de "nanha" verde e viscosa acabaram-se os furos da treta.


Qualquer semelhança entre o atleta da foto e aqui o "Je"... é mera "foto-montagem".

Meias e areias...


Belo dia de praia, boa organização, bons Amigos para meter a conversa em dia e uns kms de areia para curtir com direito a massagem no final com duas meninas. Dureza...

Equipamento aprovado... desta vez com ténis e tudo.

quinta-feira, maio 13, 2010

Equipamento sacado da net...

... pró Menino e prá Menina.

Com direito a atacadores elásticos para os ténis e tudo... é a loucura.

Agora já não há desculpas para vestir a camisola ao contrário.

Infelizmente, o equipamento prá Menina já foi despachado por imcompatibilidade com a atleta.
Encomendas via net... não é uma ciência exacta.

terça-feira, maio 11, 2010

Objectivos e Desafios...

Quando os objectivos… se tornam desafios.

Falta aqui qualquer coisa… falta o factor “cagaço”, aquele bichinho que nos tira o sono, que nos faz acelerar a pulsação e que nos dá pele de galinha quando pensamos nele.

Hoje através da Angelfish fiquei a saber que fazer 1 Iron... é para meninos.
Vejamos então aqui o site da International Ultra Triathlon Association

IUTA World Cup Race
Deca Triathlon
Monterrey - Mexico
38km swim - 1800km bike - 422km run
14.November - 28.November 2010
http://www.multisport.com.mx

Por exemplo, fazer um Deca Triathlon com 38km swim - 1800km bike - 422km run já dá um factor “cagaço” do caraças… mas melhor do que isto pode ser por exemplo um Double Deca Triathlon… com apenas 76km swim - 3600km bike - 844km run, ou seja, o dobro do factor “cagaço”.

Double Deca Triathlon
Monterrey - Mexico
76km swim - 3600km bike - 844km run
14.November - 12.December 2010
http://www.multisport.com.mx


Isto sim… é que é dose e não é erro ortográfico são mesmo estas as distâncias.
Depois disto, a ideia de fazer só um Iron... é como ir ali fazer um sprint para descomprimir.

Também há Double Ultra Triathlon (7.6km swim - 360km bike - 84.4km run) e Triple Ultra Triathlon(11.4km swim - 540km bike - 126.6km run) mas se é para o ferro todo… venham lá 10 ferros ou 20… assim só para o empeno.

terça-feira, maio 04, 2010

Ao sabor do vento...

Depois de um pequeno treino "técnico" na Lagoa de Albufeira e um breve treino de corrida com alguns exercicios "queima-pernas" que fizeram as delicias da Angelfish, foi tempo de meter uns kms de bicicleta nas pernas .

Curiosamente, esteve um ventinho ligeiro do quadrante superior nas terras altas, portanto... offshore com uma ventania do caraças que nos fez andar ali nos 40 kms/h sem medos.
Mental note: Ver o windguru (http://www.windguru.cz/pt/) para estes treinos longos e ventosos.

Volta à Margem Sul e arredores.

Apesar do percurso ter passado por zonas citadinas ainda fizemos kms e kms de paisagem de montado com campos floridos e verdes pastos, assim vale a pena.

O empeno, esse malandro apanhou-me já a sair de Setúbal junto ao Hospital... que conveniente, pelo que fizemos paragem imediata nas bombas para abastecer de "gasolina".

No final, 5 horinhas bem passadas a pedalar que renderam um bom empeno.
Para grandes empenos... grandes baldes.

Apesar dos planos iniciais, ainda não foi desta que fomos ao choco-frito pelo que a gerência ofereceu um mega-repasto caseiro seguido de cafezinho e geladinho... do best.

Mestre, já tenho bronzeado às riscas...

segunda-feira, maio 03, 2010

TRI-Lasanha


Se eu podia fazer um Triatlo Longo de Lisboa na zona da Expo sem a companhia da Angelfish, o apoio incondicional dos nossos Amigos e ouvir as palavras "Força Padinho"... não não podia e nunca seria a mesma coisa.

Sem efeitos especias ou montagens...

video

video

Terminar o dia à mesa com os Amigos a celebrar com lasanha caseira feita por quem nos quer ver felizes e gordinhos... priceless.

O melhor prémio...

sexta-feira, abril 23, 2010

Kit... para Longo de Lisboa.


A Expo anda artilhada de Prós é um facto mas o que me impressionou foi a "Pró" que vi entrar para o Casino de Lisboa, isso sim meus Amigos, é impressionante e requer muita atenção... tenham cuidado meninos, elas andem aí.


Ora bem, assim por alto, ver atletas de nível Mundial a passear as suas máquinas de contra-relógio equipadas com raios Matias... corta o vento às fatias, capacetes aeroespaciais e vestes dos Irons mais cotados a nível Mundial, como por exemplo Hawaii e Roth, já não intimida porque independentemente do material que levas não te safas do empeno... garantido.

Violento é estar às 05:30 a.m. na Expo, phonix... estou contigo Marco Fortes, de manhã só estou bem na caminha.

Agora vou entrar em estágio e pensar em Lasanha...

terça-feira, abril 20, 2010

I Have the POWER...

Tinha acabado de fazer a inspecção obrigatória do meu carrito quando virei por impulso a caminho da praia… decidi fazer uma inspecção ao joelho e ver se a “máquina” passa no teste.

O objectivo era fazer uma corridinha ligeira a trote para ver se ainda tinha dores, ver as gaivotas e respirar um pouco de ar puro enquanto matava saudades da praia.
Por sorte, tinha uns calções na mala do carro… menos mal.

Começo a caminhar na areia em direcção ao mar e começo a ver um grupo que se aproxima do lado da Lagoa a ritmo de corrida. Queres ver que é a malta da Costa? Pensei eu, já a esboçar um sorriso de orelha a orelha quando começo a distinguir ao longe o Faustino no seu estilo inconfundível.

Bom Karma… só pode ser, depois de tanto tempo parado, ir à praia e encontrar logo este grupo de luxo: Faustino, J. Antunes, João, Verónica Correia e mais um colega que sinceramente não me lembro agora do nome… as minhas desculpas pelo lapso.

Integro rapidamente o grupo… a corrida vai fácil e a conversa animada, falamos de provas passadas e de novos desafios para o futuro, quando dou por mim… o ritmo vai à velocidade do vento e por momentos lembro-me da cena de abertura do filme: Chariots of Fire…
Deixei a lógica e a racionalidade lá para trás e deixei-me ir, limitei-me a correr e a respirar, sentia novamente o prazer de correr, sem dores, sem preocupações… ao sabor do vento.

O grupo começou a alongar nos últimos kms de praia mas todos chegaram à Costa no seu ritmo e tive o privilégio de tocar na famosa rocha que de acordo com o Faustino dá poderes mágicos e forças “extra-terrestres” para enfrentar as longas subidas nas provas.
Agora já posso dizer: “I have the POWER…”

O Guilherme, que tinha feito o regresso a ritmo ainda mais intenso, lá estava à nossa espera… possivelmente a pensar: “O que é que este gajo anda aqui a fazer?”… depois de vários convites feitos no passado para integrar estes treinos, apareço agora vindo do nada… sem convite e sem ténis.
Alongamentos e despedidas feitas, agora é só fazer isto tudo para trás…

Sem stress, regressei com o espirito mais leve, a ver as gaivotas e a força das ondas no mar, afinal já posso dizer: “I have the POWER…”... e umas bolhas nos pés para o comprovar.